prazo:
31/12/2018

Prémio Literário A. Lopes de Oliveira

Informações:
a) Género ensaístico.
b) Género “Estudos Histórico-Sociais de Âmbito Local ou Regional”

Premiação:
I) 2 000 € (dois mil euros)

Prazo: 31 de dezembro de 2018

Estão abertas até 31 de dezembro as candidaturas ao Prémio Literário A. Lopes de Oliveira/Câmara Municipal de Fafe, para o género “Estudos Histórico-sociais de Âmbito Local ou Regional” e para obras editadas a nível nacional em 2017 e 2018, anunciou a autarquia.

Os concorrente deverão enviar cinco exemplares da obra submetida ao concurso, até 31 de dezembro, ao cuidado do vereador da Cultura da Câmara de Fafe.

O júri tomará a sua decisão até 31 de Março de 2019 e o prémio entregue ao autor da obra vencedora na cerimónia evocativa do Dia da Liberdade, 25 de Abril.

REGULAMENTO 2017/2018

ARTIGO 1º – Com o patrocínio da Câmara Municipal de Fafe, é instituído, de novo, a nível nacional, o Prémio Literário A. Lopes de Oliveira/Câmara Municipal de Fafe, para o género “Estudos Histórico-Sociais de Âmbito Local ou Regional”.

ARTIGO 2º – O Prémio visa estimular a publicação de estudos histórico-sociais das realidades de determinada localidade ou região portuguesa, na perspetiva de valorizar um setor de investigação de crescente importância, no quadro do aprofundamento da matriz regional e local do nosso país.

Parágrafo 1º – Estipula-se ainda que o prémio será dividido em duas frações iguais, sendo uma para distinguir as obras dirigidas ao território e aos temas fafenses, premiando o investimento sobre o local, enquanto a outra se dirige a estudos sobre as outras localidades e/ou regiões.

Parágrafo 2º – Não havendo obras locais a concurso, em cada edição do Prémio, este reverterá, na sua totalidade, para a obra que o Júri entender merecedora do primeiro lugar.

Parágrafo 3º – Reciprocamente, se o Júri assim o entender, poderá atribuir a uma obra de temática fafense a totalidade do Prémio.

Parágrafo 4º – No caso de serem as editoras a concorrer, é obrigatória a junção de um documento em que se comprove a autorização do autor.

ARTIGO 3º –O Prémio será atribuído à(s) melhor(es) obra(s) concorrente(s) dentro daquele género ensaístico e publicada(s) em livro, entre 1 de Janeiro de 2017 e 31 de Dezembro de 2018, cujos autores poderão ser de nacionalidade portuguesa ou estrangeira.

Parágrafo 1º – As obras podem ser de autoria individual ou coletiva;

Parágrafo 2º – Não são admitidas Atas de Congressos, Seminários ou similares.

ARTIGO 4º – O valor pecuniário do Prémio é fixado em 2 000 € (dois mil euros) líquidos e será distribuído nos termos do estatuído nos Parágrafos 1º, 2º e 3º do Artigo 2º. O valor referido será suportado por conta do testamento deixado pelo instituidor.

Parágrafo único – Poderão ser atribuídas menções honrosas.

ARTIGO 5º –Só serão admitidas a concurso obras apresentadas em língua portuguesa, sem limite de número de páginas.

ARTIGO 6º – 1 – Para efeitos de atribuição do Prémio, o Júri será constituído por três personalidades de reconhecido mérito e competência, a indicar oportunamente pela Câmara Municipal de Fafe.

2 – Presidirá ao Júri um representante da Câmara Municipal de Fafe, sem direito a voto.

ARTIGO 7º – O Júri poderá não atribuir o Prémio por falta de qualidade das obras concorrentes.

ARTIGO 8º –Cada concorrente deverá enviar cinco exemplares da obra submetida ao concurso, que não lhe serão restituídos. Desses exemplares, três destinam-se aos membros do Júri, um ao seu presidente e o último à Biblioteca Municipal Fafe.

ARTIGO 9º –As obras concorrentes deverão ser remetidas para:

Vereador da Cultura
Câmara Municipal de Fafe
Avenida 5 de Outubro
4824-501 Fafe

ARTIGO 10º –O prazo de receção das obras concorrentes terminará em 31 de Dezembro de 2018, devendo o Júri tomar a sua decisão até ao dia 31 de Março de 2019, tornando-a pública nos dez dias imediatos.

ARTIGO 11º – O Prémio será entregue ao(s) autor(es) da(s) obra(s) vencedora(s), em cerimónia oficial a realizar no dia 25 de Abril de 2019.

ARTIGO 12º –O não cumprimento dos artigos 2º e 8º implica a eliminação do concorrente.

ARTIGO 13º –Das decisões do Júri não haverá recurso

Organização: Câmara Municipal de Fafe

Regulamento: http://static.cm-fafe.pt/camara-municipal-fafe/296/222817/premio-lopes-de-oliveira-regulamento-2017-2018.pdf

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios*

11 + dois =

VOLTAR