XIII Concurso Literário “Manuel Maria Barbosa Du Bocage”

Acesse outros concursos

CONCURSO DE POESIA e PROSA – 2011

REGULAMENTO

Art.º 1º – Objectivos

1 – A LASA, Liga dos Amigos de Setúbal e Azeitão leva a efeito, no ano de 2011, o XIII Concurso Literário “Manuel Maria Barbosa du Bocage”- Concurso de Poesia e Prosa, como forma de promover a criatividade no campo da poesia e do texto em prosa, de incentivar o aparecimento de novos valores e de divulgar a obra deste grande Poeta Nacional, nascido em Setúbal – Cidade do Rio Azul, e homenageando os 245 anos do seu nascimento.

Art.º 2º – Modalidades.

1 – As modalidades do Concurso são as de Poesia, Revelação, Ensaio e Conto, sendo as modalidades de Ensaio e Conto bienais.

2 – Para o Concurso Literário de 2011, os prémios são atribuídos nas modalidades de Poesia, Revelação e Ensaio.

2.1 – A modalidade de Poesia contempla qualquer versão inédita, de tema livre, em poesia, com os limites entre 20 e 30 páginas dactilografadas, em formato A4.

2.2 – A modalidade Revelação contempla trabalho inédito, com os limites entre 5 e 10 páginas dactilografadas, em formato A4, em poesia ou em prosa, com tema livre, produzido por jovens com idade até 20 anos, completados até 15 de Setembro de 2011.

2.3 – A modalidade de Ensaio contempla texto em prosa, inédito, que aborde a Temática Bocagiana ou Estudo Livre de Temática Local, de âmbito histórico-cultural, com os limites entre 15 e 30 páginas dactilografadas, em formato A4.

2.4 – Os trabalhos apresentar-se-ão com as folhas numeradas, agrafados ou presas por qualquer outro processo similar, devendo obedecer às seguintes normas de apresentação:

2.4.1 – A letra a utilizar será do tipo “times new roman” ou equivalente, com 12 como tamanho mínimo.

2.4.2 – A separação entre linhas terá o mínimo de 1,5 espaços.

2.4.3 – Nas modalidades de Poesia e de Revelação, um poema poderá ocupar mais do que uma página, mas não poderá haver mais do que um poema por página.

Art.º 3º – Apresentação de Candidaturas.

1 – Cada candidato só pode concorrer a uma das três modalidades.

2 – É possível o mesmo concorrente concorrer com vários trabalhos. Contudo cada trabalho concorrente deverá ter um pseudónimo diferente e respeitar sempre o ponto 2 do Art.º 2.º e respectivas alíneas.

3 – Poderão concorrer todos os autores de Língua Portuguesa do Continente e das Regiões Autónomas dos Arquipélagos dos Açores e da Madeira e ainda dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa, Palop’s, e outros Países de Língua Oficial Portuguesa. Podem concorrer também residentes das comunidades portuguesas e quaisquer autores portugueses residentes em qualquer ponto do mundo.

4 – Os trabalhos concorrentes, obrigatoriamente em língua portuguesa, deverão manter-se inéditos até à sua publicação em livro, pela Lasa, nos termos do regulamento.

5 – Os trabalhos deverão ser enviados até ao dia 8 de Julho de 2011 (data de correio) e dirigidos a:

Liga dos Amigos de Setúbal e Azeitão
Apartado 292
2901- 901 SETÚBAL

6 – Os originais dos trabalhos deverão ser enviados em quatro exemplares, contidos num único envelope, assinados com pseudónimo, mencionando a categoria a que concorrem, para a direcção indicada no número anterior e com a indicação” Concurso Literário Manuel Maria Barbosa du Bocage”.

7 – Cada trabalho(conjunto dos 4 exemplares) será acompanhado de sobrescrito lacrado contendo no exterior o pseudónimo do autor e, no interior, uma ficha de identificação com os seguintes elementos: nome, idade, nacionalidade, naturalidade, profissão, local de residência, telefone, fax, telemóvel ou endereço electrónico e fotocópia do Bilhete de Identidade.

8 – Não poderão ser candidatos a este concurso os vencedores das duas edições anteriores, nem os elementos dos Corpos Sociais da LASA e os membros do júri.

Art.º 4º- Organização

1 – Só serão abertos os sobrescritos de identificação relativos aos trabalhos premiados, após decisão do júri.

2 – Se o concorrente desejar a devolução do respectivo trabalho, deverá enviar junto com o mesmo um envelope devidamente franquiado, devendo no endereço constar o pseudónimo(nunca o nome verdadeiro) utilizado para o concurso.

Sugere-se para o efeito a utilização do correio verde dos CTT.

Art.º 5º- Júri

1 – Os prémios serão atribuídos por um júri de selecção, que avaliará todas as composições literárias concorrentes.

2 – O júri será constituído por três elementos convidados pela Direcção da LASA.

3 – A atribuição dos prémios, um para cada categoria, será decidida por maioria de votos, reservando–se ao júri o direito de não atribuir prémio em qualquer das modalidade se a qualidade das composições assim o justificar.

Art.º 6º Divulgação dos Prémios.

1 – A decisão do júri, de que não haverá recurso, será tornada pública e divulgada junto dos órgãos da comunicação social e no site da LASA, em www.lasa.pt.

2 – A apresentação dos trabalhos premiados e a entrega dos prémios será efectuada a 15 de Setembro, data comemorativa do nascimento de Bocage, Dia de Bocage e Dia da Cidade de Setúbal, em cerimónia realizada no Salão Nobre dos Paços do Concelho e integrada nas comemorações oficiais levadas a efeito pela Câmara Municipal de Setúbal.

3 – A entrega dos prémios será efectuada pessoalmente aos vencedores ou aos seus representantes, desde que possuidores de procuração notarial (condição obrigatória), na cerimónia pública referida no número anterior.

Art.º 7º – Prémios

1 – Os trabalhos vencedores em cada uma das modalidades serão publicados em livro pela LASA, a quem pertencem os respectivos direitos relativamente à primeira edição, que terá uma tiragem não superior a 500 exemplares.

2 – A edição do livro com os trabalhos premiados dos vencedores das modalidades de Poesia, Revelação e Ensaio do XIII CONCURSO LITERÁRIO “MANUEL MARIA BARBOSA DU BOCAGE, será apresentada no Salão Nobre da Câmara Municipal, a 21 de Dezembro, dia do falecimento do Vate.

3 – A cada autor dos trabalhos premiados serão atribuídos cinquenta exemplares da edição promovida pela LASA e um prémio monetário.

4 – O prémio monetário na modalidade de Poesia é de 2.500 euros.

5- O prémio monetário na modalidade de Revelação é de 1.500 euros.

6 – O prémio monetário na modalidade de Ensaio é de 1.000 euros.

7 – Não serão atribuídos prémios ex aequo nem menções honrosas.

Art.º 8º – Considerações Finais.

1 – Em caso de não levantamento do prémio, o seu valor reverterá a favor da LASA ou de instituição a favor da qual a entidade promotora do concurso decida.

2 – Os casos omissos e as dúvidas de interpretação deste “Regulamento” serão resolvidas pelo Júri, que, para questões não relacionadas com o conteúdo ou forma dos trabalhos concorrentes, poderá ouvir a Direcção da LASA.

3 – Uma vez enviados os trabalhos, considera-se que os concorrentes conhecem e aceitam as cláusulas do presente “Regulamento“.

4 – Os trabalhos não reclamados no âmbito do art.º 4.º. 2, serão totalmente destruídos sob a supervisão da Direcção da Lasa.

Fonte: Liga dos Amigos de Setúbal e Azeitão, Lasa

Who is Editora Benfazeja

You need update your bio: Edit your profile

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

BACK