34º Concurso Literário Yoshio Takemoto 15/Ago

A Associação Cultural e Literária Nikkei Bungaku do Brasil está recebendo trabalhos para concorrerem nas nove modalidades literárias do 34º Concurso Literário Yoshio Takemoto, sendo quatro em língua portuguesa: haicai, poesia, conto e tradução do japonês para o português, e mais cinco modalidades em língua japonesa: shôsetsu (conto), zui-hitsu (ensaio), tanka (poesia lírica), haiku (haicai), e hon-yaku (tradução do português para o japonês). O regulamento para as modalidades em língua japonesa está publicado na seção correspondente da revista Brasil Nikkei Bungaku e também na internet, em www.nikkeibungaku.org.br.

Associação Cultural e Literária Nikkei Bungaku do Brasil
Perguntas e Respostas sobre o Concurso

Os trabalhos premiados serão publicados na revista Brasil Nikkei Bungaku número 55 (março de 2017).

REGULAMENTO
(Modalidades em língua portuguesa)

1. Para haicai, deve ser enviado um conjunto de exatos cinco haicais, inéditos, de tema livre e forma tradicional, por concorrente.

2. Para poesia, será aceito um único poema inédito por concorrente, de tema e forma livres, com até vinte linhas ou versos.

3. Para conto, será aceito um único trabalho inédito por concorrente, com tema livre e até dez mil toques.

4. Para tradução do japonês para o português, será aceita uma tradução inédita, por concorrente, do texto “Kuruma”, de autoria de Kenji Miyazawa.

5. Todos os trabalhos devem ser encaminhados por via postal para o 34º Concurso Takemoto, Rua Vergueiro, 819, sala 2, São Paulo, SP, 01504-001.

6. O prazo de envio dos trabalhos é 15 de agosto de 2016, valendo a data de carimbo dos correios.

7. Os trabalhos devem ser apresentados em três vias, identificadas apenas com o pseudônimo escolhido pelo concorrente, acondicionadas num único envelope grande. Dentro do envelope grande, será incluído também um envelope menor, fechado e identificado com o pseudônimo do concorrente. Esse envelope conterá uma folha com as seguintes informações obrigatórias: pseudônimo, títulos das obras inscritas (para a modalidade haicai, o título do conjunto), nome do autor, endereço postal, email, telefone e biografia de até dez linhas.

8. O pseudônimo escolhido não deve remeter a ou coincidir com o nome civil ou o nome literário do concorrente. Tampouco deve remeter a ou coincidir com pseudônimos utilizados em edições passadas do Concurso.

9. Para cada modalidade, dois trabalhos serão selecionados para receber Menção Honrosa.

10. Adicionalmente, um trabalho de cada modalidade poderá ser selecionado para receber o Prêmio Especial.

11. O ganhador do Prêmio Especial fica impedido de receber, no concurso do ano imediatamente posterior, outro Prêmio Especial na mesma modalidade.

12. Prêmios em dinheiro:

a. Prêmio Especial para a modalidade Conto: R$ 1.000,00.
b. Prêmio Especial para as demais modalidades: R$ 600,00.
c. Prêmio de Menção Honrosa na modalidade Conto: R$ 500,00.
d. Prêmio de Menção Honrosa nas demais modalidades: R$ 300,00.

13. Além dos valores acima, cada premiado receberá um diploma e adesão gratuita no primeiro ano à Associação Cultural e Literária Nikkei Bungaku do Brasil.

14. Os autores premiados concordam em ceder, desde já, de forma gratuita e definitiva, os direitos autorais patrimoniais dos trabalhos correspondentes à Associação Cultural e Literária Nikkei Bungaku do Brasil, que poderá utilizá-los em suas publicações futuras.

15. Os resultados serão divulgados até 15 de dezembro de 2016.

16. Os prêmios serão entregues aos premiados ou aos seus representantes em cerimônia a ser realizada na cidade de São Paulo, em data, hora e local a serem divulgados.

17. A simples participação no Concurso implica na aceitação plena e irrestrita de todos os termos deste Regulamento.
*

Fonte: Regulamento

Concurso Novas Vozes da Poesia 20/Ago

O Concurso Novas Vozes da Poesia de Balneário Camboriú tem como principal objetivo o de incentivar e fomentar a criatividade literária, bem como o de difundir a leitura e a escrita, além de promover novas vozes literárias, valorizar a arte poética, incentivar e desenvolver as competências de reflexão e de expressão por meio da palavra.

1. DO OBJETIVO

1.1 Fomentar a atividade literária no âmbito de Balneário Camboriú.

2. DA PARTICIPAÇÃO

2.1 A participação é exclusiva aos autores residentes na Cidade de Balneário Camboriú, sem limite de idade.

2.2 A comissão julgadora disporá de plena liberdade sobre o material enviado, podendo utilizar, sem ônus, os textos classificados para publicação digital, bem como na apresentação de um Sarau poético.

3. DAS INSCRIÇÕES

3.1 As inscrições deverão ser realizadas online, gratuitamente, via e-mail oficial do concurso, seguindo regulamento disponível no site, no período de 20 de junho à 20 de agosto de 2016.

3.2 Documentos necessários para a inscrição:
– Comprovante atual de Residência em Balneário Camboriú.
– Cópia do documento de identidade com foto e CPF.

3.3 O participante poderá enviar até 02 (dois) textos de tema livre, admitindo-se qualquer estilo ou técnica literária em poesia, estendendo-se à poesia visual, experimental, prosa poética e outras demais manifestações neste gênero, sendo de no máximo duas laudas, letra com fonte Arial, tamanho 12, formato PDF.

3.4 Após o envio o participante receberá um e-mail de confirmação e um número de protocolo, que servirá como identificação ao longo do concurso.

4. DA COMISSÃO JULGADORA

4.1 A Comissão Julgadora atenderá as especificações do regulamento.

5. DA SELEÇÃO E JULGAMENTO DAS PROPOSTAS

A avaliação dos textos será de responsabilidade da Comissão Julgadora.

5.1. A Comissão Julgadora é constituída por 03 membros do meio artístico/literário e educacional do estado de Santa Catarina, com ampla experiência na área de literatura e de publicações literárias. Suas especificações se encontram dispostas em sessão própria junto ao site oficial do Concurso.

5.2 Os textos dos proponentes serão identificados pelo número do protocolo gerado no ato de sua inscrição, para que assim mantenha-se o anonimato das propostas, a fim de se constituir um julgamento probo e imparcial (ver item 4).

5.3. O material enviado pelas participantes, obrigatoriamente, deverão estar adequadas ao Edital e não possuir conteúdos que:
5.3.1. Contenham dados ou informação que constituam ou possam constituir crime (ou contravenção penal) ou que possam ser entendidos como incitação à prática de crimes;
5.3.2. Constituam ofensa à liberdade de crença e às religiões;

5.4 A Comissão Julgadora é soberana em suas decisões;

5.5 Em caso de empate o vencedor será indicado pela Comissão Julgadora através de votação.

5.6 Os textos que não forem selecionados para publicação virtual serão passíveis de análise, a partir da formulação de recurso através do e-mail oficial do concurso.

5.7 Os recursos deverão ser interpostos em até 03 dias após a publicação oficial.

6. DOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

6.1. Os textos serão avaliados sem identificação dos autores.

6.2. Serão adotados os seguintes critérios abaixo descritos para pontuação nas análises e julgamentos das propostas:

1. Originalidade: até 15 (quinze) pontos;
Capacidade de desenvolver um texto inédito e criativo.

2.Transcendência: até 15 (quinze) pontos;
Capacidade de romper com o óbvio, no que diz respeito aos temas evocados.

3. Domínio da Técnica: até 20 (vinte) pontos;
Capacidade de se fazer valer das mais diversas técnicas literárias: uso de símbolos e metáforas, ritmo e sonoridade, domínio de vocabulário, habilidade narrativa, etc.

6.3. O somatório dos pontos seguirá os parâmetros definidos no item anterior e a pontuação máxima que cada julgador poderá conceder a um trabalho será de 50 cinquenta pontos.

6.4. A Comissão Julgadora analisará todas as propostas habilitadas na etapa anterior, preenchendo o Gabarito de Avaliação.

(ver tabela completa no regulamento)

6.5. Serão classificados os trabalhos que alcançarem uma pontuação média igual ou maior que 25 (vinte e cinco) pontos.

7. DA DESCLASSIFICAÇÃO

7.1. Os participantes serão excluídos automaticamente do concurso, ainda, em caso de envio de texto com teor grosseiro, ofensivo, discriminatório ou que viole qualquer lei municipal, estadual ou federal.

7.2 . Serão automaticamente desclassificados os textos que estiverem fora dos padrões solicitados, bem como aquele que caracterizem cópia ou plágio, ou que já tenham sido publicados em livros anteriormente.

7.3 Os textos não deverão ultrapassar duas laudas.

7.4 Moradores de outras cidades/estados, ou aqueles que não comprovarem devidamente a sua residência em Balneário Camboriú, serão automaticamente desclassificados.

8. DIVULGAÇÃO DO RESULTADO FINAL

8.1. A publicação do resultado final está prevista para 22/09.

8.2. O Sarau Novas Vozes acontecerá no teatro Bruno Nitz, em Balneário Camboriú, no mês de outubro, e terá como principal atração a leitura dramática dos trinta melhores textos inscritos, bem como a entrega dos prêmios ao cinco primeiros colocados.

8.3. Todas as informações estão disponíveis no site do concurso.

9. DA PREMIAÇÃO

9.1. Ficam destinados como prêmios aos cinco melhores textos selecionados através do presente Edital, de acordo com os critérios de avaliação da Comissão Julgadora:

9.2. Todos os inscritos receberão certificado digital de participação.

10. DA PUBLICAÇÃO

10.1 A publicação Antologia Novas Vozes consistirá numa compilação dos 30 melhores textos inscritos, divulgada no site em formato de e-book e terá como principal finalidade o registro oficial destas novas vozes da literatura balneocamboriuense, bem como sua apresentação ao público em formato de Sarau poético.

10.2 O e-book Novas Vozes da Poesia ficará disponível para download no site oficial pelo período de até um ano após o seu lançamento.

*

Fonte: Novas Vozes

BACK