II Concurso Uberaba de Literatura * encerrado

** Prorrogado até dia 05/11

1 – O CONCURSO:
1.1 – é promovido pela Fundação Cultural de Uberaba, com apoio da Superintendência de Arquivo Público e do Conselho de Patrimônio Histórico e Cultural de Uberaba (CONPHAU), com patrocínio da Secretaria Estadual de Cultura, por meio do Fundo Estadual de Cultura, e visa a divulgação de novos talentos literários, o incentivo à leitura e à escrita, o estímulo ao escritor novato ou experiente e a manutenção da tradição literária;

1.2 – é aberto a qualquer brasileiro, com idade a partir de 18 anos completos, residente eou nascido em Minas Gerais;

1.3 – tema: livre

2 – INSCRIÇÕES:

2.1 – cada participante poderá concorrer com apenas 1 (um) trabalho do gênero conto e apenas 1 (um) trabalho do gênero poema, totalizando 2 (dois) trabalhos, no máximo, por pessoa, ou apenas 1 (um) de uma das categorias;

2.2 – o texto inscrito:
– não pode ter sido objeto de veiculação ou publicação impressa antes da inscrição e até a divulgação do resultado e entrega dos prêmios;
– deve ser escrito em língua portuguesa e entregue devidamente revisado, de acordo com a norma culta;
– deve ser digitado em folha A4, corpo 12, fonte Arial, espaço 1,5. Máximo de 4 (quatro) folhas, apenas frente, para contos e 2 (duas), apenas frente, para poemas;
– deve ser: identificado apenas com o título e o PSEUDÔNIMO do autor, gravado em CD e impresso em 5 (cinco) vias;

2.3 – as inscrições para o concurso são gratuitas e só poderão ser feitas via Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, no período de 10 de setembro a 15 de outubro, de 2012, valendo o carimbo da postagem como comprovante da data de inscrição;

2.4 – A Fundação Cultural de Uberaba não fará qualquer espécie de ressarcimento relacionado aos gastos com a postagem;

2.4 – para se inscrever:

2.4.1 – Contos:
Insira as 5 (cinco) vias do texto impressas e o mesmo texto gravado no CD em um envelope tamanho grande, identificado – em seu exterior – com o nome do texto e o pseudônimo do autor. Dentro desse envelope grande, junto às cópias e ao CD, um envelope menor, lacrado, em cujo interior deverão constar as seguintes informações: nome completo, endereço residencial completo (rua, bairro, cidade, cep), cópia de RG, telefone, e-mail, título da obra, pseudônimo e pequena biografia do autor. O envelope grande deve ser enviado a:
FUNDAÇÃO CULTURAL DE UBERABA – II CONCURSO UBERABA LITERATURA
Rua Tristão de Castro, 64
Centro
CEP: 38010-250

2.4.2 – Poemas:
Insira as 5 (cinco) vias do texto impressas e o mesmo texto gravado no CD em um envelope tamanho grande, identificado – em seu exterior – com o nome do texto, o pseudônimo do autor. Dentro desse envelope grande, junto às cópias e ao CD, um envelope menor, lacrado, em cujo interior deverão constar as seguintes informações: nome completo, endereço residencial completo (rua, bairro, cidade, cep), cópia de RG, telefone, e-mail, título da obra, pseudônimo e pequena biografia do autor. O envelope grande deve ser enviado a:
FUNDAÇÃO CULTURAL DE UBERABA – II CONCURSO UBERABA LITERATURA
Rua Tristão de Castro, 64
Centro
CEP: 38010-250

2.5 – o envio de mais de 1 (um) conto e de mais de 1 (um) poema implicará na desclassificação do participante;

2.6 – não serão permitidos retificação de autoria, alterações, acréscimos e revisões no conteúdo da obra depois de efetuada a inscrição;

Siga @benfazeja
mantenha-se atualizado!

3 – SELEÇÃO DOS TEXTOS PREMIADOS:

3.1 – os textos inscritos neste concurso serão analisados por uma Comissão Julgadora composta por 5 (cinco) pessoas de reputação ilibada e notória competência na matéria;

3.2 – as decisões das Comissões de Organização e Julgadora são soberanas, não cabendo contra elas quaisquer recursos;

3.3 – poderá a Comissão Julgadora deixar de premiar, nos três respectivos lugares, caso julgue que nenhum dos trabalhos faz jus ao prêmio.

4 – PREMIAÇÃO:

4.1 – Os autores classificados nos três primeiros lugares, em ambas as categorias, terão seus textos publicados em antologias (uma para poemas e outra para contos) e receberão, cada um, três exemplares da obra e um diploma;

4.2 – Os demais autores cujos textos forem selecionados para comporem as antologias terão esses textos publicados e receberão, cada um, três exemplares da obra e uma menção honrosa;

4.3 – a data e o local da premiação serão informados na mesma data de divulgação do resultado e os premiados serão convidados a participarem;

5 – RESULTADOS:

5.1 – os resultados serão divulgados a partir de 26 de novembro, no blog www.arquivopublicouberaba.blogspot.com
www.uberaba.mg.gov.br/fundacaocultural

6 – DISPOSIÇÕES FINAIS:

6.1 – os premiados concordam e permitem a divulgação de seu nome e imagem em quaisquer situações relacionadas a este concurso e autorizam a publicação dos textos inscritos, em qualquer modalidade de mídia, por tempo indeterminado, sem nenhum ônus para a Fundação Cultural de Uberaba;

6.2 – a inscrição para participar do processo de seleção representa a concordância, por parte do autor, com todos os itens deste regulamento, sem nenhuma ressalva;

6.3 – todo o material enviado para ser submetido à seleção será inutilizado, ao final do concurso, e – em hipótese alguma – haverá devolução de trabalhos a seus autores;

6.4 – se duas ou mais pessoas enviarem a mesma obra ou obras que pareçam idênticas ou aquelas cujas autorias suscitem discussão ou controvérsia, ocorrerá a exclusão das referidas obras do processo de julgamento;

6.5 – os textos enviados pelos concorrentes, obrigatoriamente, não poderão ter conteúdo que: (a) possa causar danos a terceiros, seja por meio de difamação, injúria ou calúnia, danos materiais e/ou danos morais; (b) seja obsceno e/ou pornográfico; (c) constitua em ofensa à liberdade de crença e às religiões; (d) contenha dado ou informação racista ou discriminatória; (e) tenha intenção de divulgar produto ou serviço ou qualquer finalidade comercial; (f) faça propaganda eleitoral ou divulgue opinião favorável ou contra partido ou candidato;

6.6 – É vedada a participação de:
(a) membros da Comissão Julgadora do Concurso, bem como seus familiares (pais, filhos, irmãos e esposos/as ou aqueles que residem no mesmo domicílio);
(b) funcionários ou pessoas que prestam serviço à Fundação Cultural de Uberaba, seus parentes ou aqueles que residem no mesmo domicílio.

6.7 – casos omissos, não previstos neste regulamento, serão resolvidos pelas Comissões de Organização e Julgadora.

*

Fonte: Prefeitura de Uberaba

I Concurso de Vídeo Poema Augusto dos Anjos * Encerrado

Prorrogado até 05 de Novembro

As inscrições para o I Concurso de Vídeo Poema Augusto dos Anjos começam na próxima segunda-feira (23) e podem ser realizadas por correspondência ou presencialmente. O concurso é nacional e irá selecionar 20 trabalhos. A iniciativa, anunciada no mês passado, é da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) em comemoração ao centenário do livro “Eu”, do poeta paraibano Augusto dos Anjos. Serão mais de R$ 26 mil em premiação. As inscrições seguem até o dia 10 de outubro. O diretor executivo da Funjope, Lúcio Vilar, lembrou o caráter educativo da iniciativa. “Esse concurso é um convite ao livre exercício da experimentação, uma saudável provocação ante um personagem e uma obra de potencial audiovisual indiscutível, além da releitura pela ótica da imagem em movimento de uma poesia única”, disse.

Siga @benfazeja
mantenha-se atualizado!

Lúcio também lembrou que os participantes podem optar por vários gêneros dentro da linguagem audiovisual, como documentário, ficção, animação, video-arte e experimental, ou ainda fazer a fusão de dois ou mais deles. “O edital torna possível que se lance mão de um gênero ou que se faça, por exemplo, um mix de linguagens, desde que o foco seja Augusto e/ou sua obra. Isso significa que não há camisa de força, além dos apreciáveis prêmios em dinheiro e sua abrangência”, explicou o diretor executivo da Funjope.

Critérios – O concurso é focado na temática do livro “Eu”. Os vídeos selecionados vão compor uma mostra e serão incorporados ao acervo da Funjope. A escolha dos trabalhos passa por duas fases. A primeira delas é a habilitação, de caráter eliminatório. A segunda diz respeito à avaliação do trabalho propriamente dito. Poderão se inscrever pessoas físicas, brasileiras ou naturalizadas. Precisa ser maior de 18 anos de idade para concorrer nas categorias de “Melhor Vídeo Poema” (paraibanos ou radicados na Paraíba), “Melhor Vídeo Poema/Produção Nacional” (qualquer região do País) e “Revelação Regional/Nordeste” (para estados nordestinos). O concurso também dá oportunidade para pessoas físicas maiores de 17 anos, que podem concorrer na categoria “Produção Universitária” (apenas para alunos regularmente matriculados em instituição pública de ensino superior). Enquanto isso, a categoria “Estudante da Rede Municipal de Ensino de João Pessoa” fica reservada para indivíduos matriculados na rede municipal de ensino, com idade superior a 14 anos. Inscrições e premiação – As inscrições podem ser realizadas de 23 de julho a 10 de outubro por correspondência ou presencialmente. No primeiro caso, é preciso postar com Aviso de Recebimento (AR). Para isso, o concorrente deve identificar e lacrar o envelope, contendo o material e a documentação exigida no edital do concurso, de nº 04/2012, disponível no portal da Prefeitura (www.joaopessoa.pb.gov.br). O endereçamento postal deverá ser para a Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), situada na rua Duque de Caxias, nº 352, Centro, João Pessoa, Paraíba, CEP 58010-821. Se a inscrição for presencial, basta o interessado se dirigir à sede da Fundação, pela manhã ou à tarde, das 8h às 12h e das 14h às 17h. Os primeiros colocados nas categorias “Melhor Vídeo Poema Paraibano”, “Melhor Vídeo Poema/Produção Nacional”, “Revelação Regional/Nordeste” e “Produção Universitária” receberão R$ 10 mil, R$ 8 mil, R$ 5 mil e R$ 3 mil, respectivamente. Enquanto isso, o vencedor na categoria “Estudante da Rede Municipal de Ensino de João Pessoa” ganhará um laptop.

 *

 Fonte: undação Cultural de João Pessoa (Funjope)

Prêmios Literários da Fundação Biblioteca Nacional 2012 * encerrado

A Fundação Biblioteca Nacional pelo decreto 5.538 de 08 de abril de 2004, torna público Edital que premiará autores, tradutores e projetistas gráficos nas categorias de poesia, romance, conto, ensaio, tradução, projeto gráfico, literatura infantil e literatura juvenil, em reconhecimento à qualidade intelectual e estética de suas obras, publicadas no período de  1º de setembro de 2011 a 31 de agosto de 2012, no Brasil, em português. Este Edital será regido pela Portaria MinC nº 29/2009, bem como pelos termos da Portaria Interministerial 507 de 24 de novembro de 2011 dos ministros de estado de planejamento, orçamento e gestão, da fazenda e do controle e da transparência.

1. Do Prêmio

1.1. Constitui objeto do presente Edital, premiar autores, tradutores e projetistas gráficos em reconhecimento à qualidade intelectual e estética de suas obras, publicadas no período de  1º de setembro de 2011 a 31 de agosto de 2012, no Brasil, em português, assim distribuídos:

. Prêmio Alphonsus de Guimaraens, de Poesia;
. Prêmio Machado de Assis, de Romance;
. Prêmio Clarice Lispector, de Conto;
. Prêmio Sérgio Buarque de Holanda, de Ensaio;
. Prêmio Paulo Rónai, de Tradução;
. Prêmio Aloísio Magalhães, de Projeto Gráfico;
. Prêmio Sylvia Orthof, de Literatura Infantil;
. Prêmio Glória Pondé, de Literatura Juvenil.

1.1.1. Para fins deste Edital, serão consideradas as categorias constantes na ficha catalográfica.

1.2. Os Prêmios, intitulados em homenagem a intelectuais destacados na cultura brasileira, contemplarão as obras, em primeira edição, publicados no período de 1º de setembro de 2011 e 31 de agosto de 2012, que estejam em dia com a Lei do Depósito Legal (Lei n.10.994, de 14 de dezembro de 2004) e que possuam número de ISBN (International Standard Book Number).

1.2.1. O cumprimento da Lei do Depósito Legal (Lei n.10.994) é pré-requisito para a inscrição neste Prêmio Literário. Sendo definido o Depósito Legal (Lei n. 10.994, de 14/12/2004, que revogou o Decreto-Lei n. 1825, de 20/12/1907), como exigência de remessa à Biblioteca Nacional de um exemplar de todas as publicações produzidas em território nacional, por qualquer meio ou processo, objetivando assegurar a coleta, a guarda e a difusão da produção intelectual brasileira, visando à preservação e formação da Coleção Memória Nacional.

1.1.1.1. O Depósito Legal deve ser feito unicamente no seguinte endereço:

Fundação Biblioteca Nacional
Divisão de Depósito Legal
Av. Rio Branco, nº 219 / 3º andar- Centro
CEP 20040-008 – Rio de Janeiro – RJ – Brasil
Tels.: 21-2220-1892 e/ou 3095-3951
E-mail: deplegal@bn.br  | www.bn.br/depositolegal

1.2.2. Serão aceitos livros cujo Deposito Legal já tenha sido efetuado ou que seja efetuado até, no máximo, a data de inscrição.

1.3. O autor selecionado em primeiro lugar de cada  categoria será contemplado com o Prêmio em espécie, no valor bruto de R$ 12.500,00 (doze mil e quinhentos reais), sujeito aos descontos legais previstos por lei.

Siga @benfazeja
mantenha-se atualizado!

2. Da Inscrição

2.1. Poderão participar do Prêmio pessoas físicas brasileiras ou naturalizadas.

2.2. Somente serão habilitadas obras redigidas em língua portuguesa e publicadas por editoras brasileiras.

2.3. As obras deverão ser inscritas pelo autor, de  acordo com as categorias premiadas.

2.3.1. As inscrições por intermédio de editoras serão permitidas como forma de assistência ao autor apenas mediante autorização por escrito deste, que deverá ser anexada à ficha de inscrição.

2.4. Poderão concorrer apenas livros inéditos (1ª edição), publicados no Brasil, no período de 1º de setembro de 2011 e 31 de agosto de 2012. Caso a data de publicação (mês e ano) não conste especificada no livro, o autor deverá enviar um dos seguintes documentos comprobatórios:

a) Cópia da nota fiscal da gráfica; ou
b) Declaração da editora confirmando a data de publicação.

2.4.1. Não será aceita a inscrição da obra cuja data de publicação impressa no livro estiver fora do período de 1º de setembro de 2011 e 31 de agosto de 2012.

2.5. Será aceita a inscrição de antologias como 1ª  edição da obra mesmo que apresentem textos publicados em período anterior a 1º de setembro de 2011.

2.6. É vedada a inscrição de obras publicadas com o apoio da Fundação Biblioteca Nacional ou coeditadas pela Instituição.

2.7. As inscrições iniciam-se no dia 03 de outubro de 2012 e encerram-se no dia 17 de novembro 2012. Serão aceitas inscrições postadas até o dia 17 de novembro de 2012 – valendo como comprovante de envio a data  de postagem que consta no carimbo da agência expedidora. As inscrições devem  chegar ao endereço indicado no subitem 2.10.2.

2.8. As inscrições são gratuitas.            

2.9. As inscrições devem ser feitas, exclusivamente, por via postal, inclusive para os residentes no Rio de Janeiro.

2.10. As inscrições devem seguir as seguintes orientações:
2.10.1. Preencher por completo e assinar o formulário disponível no endereço eletrônico (www.bn.br).
2.10.2. Encaminhar 3 (três) cópias da obra, para avaliação da Comissão Julgadora, acompanhados do formulário de inscrição para o endereço abaixo:
Prêmio Literário 2012 Fundação Biblioteca Nacional

Rua da Imprensa, 16 – 15º andar – Centro
20030-120 – Rio de Janeiro – RJ

2.11. É vedada a participação no Prêmio Literário,  obras publicadas por integrantes das Comissões Julgadoras e de seus parentes ou afins, servidores, estagiários, prestadores de serviços terceirizados, pesquisadores vinculados a projetos em curso da Fundação Biblioteca Nacional, do Ministério da Cultura e de qualquer unidade vinculada a esse Ministério, bem como os respectivos cônjuges, companheiros ou parentes em linha reta, colateral ou por afinidade até o 2º grau.

2.13. No caso de livro com mais de um autor, a inscrição deve ser feita apenas por um dos autores e, caso o livro seja vencedor, cabendo aos autores, conforme contrato editorial, a divisão do referido prêmio.

2.14. Os livros que fizerem parte de coleção poderão ser inscritos individualmente.

2.15. O ônus da participação neste Prêmio Literário como despesas com correio, cópias e emissão de documentos é de exclusiva responsabilidade do candidato.

2.16. A inscrição no presente Prêmio Literário implica a aceitação pelo candidato do regulamento deste edital.

3. Da Habilitação

3.1. Serão considerados habilitados para concorrer  nas categorias inscritas, os autores de obras que respeitarem todos os procedimentos inclusos neste edital no artigo 2º e seus incisos.

3.2. A não conformidade ou ausência de qualquer um dos documentos ou prazos descritos neste edital acarretará na imediata exclusão da inscrição do candidato.

3.3. Após a publicação do resultado da fase de habilitação, os candidatos não habilitados poderão interpor recurso com justificativa, no prazo de 05 (cinco) dias úteis a contar da data de publicação no Diário Oficial da União, não cabendo a apresentação de documentos não enviados anteriormente no envelope de inscrição. O recurso deverá ser remetido para análise no endereço descrito no item 2.10.2 deste edital.

3.4. Os recursos serão julgados por uma Diretoria do Livro, Leitura e Literatura e Bibliotecas, em uma comissão específica e o resultado será publicado no Diário Oficial da União e divulgado no endereço eletrônico (www.bn.br), sendo de total responsabilidade do proponente acompanhar a atualização de informações em ambos.

4. Das Comissões

4.1. As Comissões Julgadoras serão estabelecidas para cada categoria, sendo constituídas de três membros cada uma, escolhidos conforme sua experiência
profissional comprovada, dentre eles, críticos literários com mais de 03 (três) anos de experiência, professores universitários de atuação comprovada na área, personalidades destacadas no meio literário e profissionais do mercado editorial do país, com participação em comissões julgadoras, notório saber na área pertinente a cada categoria, representante designado por entidades representativas da área, conforme rege  Portaria MinC nº 29/2009 com o disposto nos artigos de 22 a 27 da referida Portaria.

4.2. A nomeação dos membros da comissão será efetuada pela Presidência da Fundação Biblioteca Nacional, levando-se em consideração, sempre que possível, o
equilíbrio das representatividades regionais.

4.3. Os membros de cada comissão julgadora não poderão ter obras de sua autoria ou coparticipação concorrendo neste edital, bem como os respectivos cônjuges, companheiros ou parentes em linha reta, colateral ou por afinidade até o 2º grau.

5. Do Julgamento

5.1. A comissão julgadora selecionará a obra a ser premiada, de acordo com a especificidade de cada categoria, a partir dos seguintes critérios, quando couber:

a) Qualidade literária da obra;
b) Originalidade;
c) Criatividade;
d) Contribuição à cultura nacional;
e) Qualidade linguística da tradução;
f) Criatividade no uso dos recursos gráficos.

6. Do resultado

6.1. A comissão julgadora indicará o premiado de cada categoria.

6.2. O resultado final, após homologação pela Presidência da Fundação Biblioteca Nacional será divulgado no Diário Oficial da União e no endereço eletrônico da Fundação Biblioteca Nacional (www.bn.br), devendo ocorrer até 7 dias após o término do julgamento.

7. Da Documentação Complementar

7.1. Os contemplados deverão apresentar, em no máximo 10 (dez) dias corridos após a divulgação do resultado no Diário Oficial da União, os seguintes documentos autenticados, através de Correios para o mesmo endereço de inscrição ou pessoalmente em cópia simples.

7.1.1. Cópia autenticada do documento de identidade;
7.1.2. Cópia autenticada do Cadastro de Pessoa Física (CPF);
7.1.3. Cópia autenticada de dados bancários (nome do banco, nome e número da agência e conta corrente);

7.2. Os valores dos prêmios serão depositados em parcela única, diretamente na conta corrente do contemplado, sendo vetado o depósito em contas conjuntas, contas poupança e/ou contas de terceiros.

7.3. Como disposto no Decreto 6932/09, o reconhecimento de firma e a autenticação de documentos poderão ser feitos na sede da Biblioteca Nacional, no Rio
de Janeiro, mediante a apresentação dos originais para conferência do servidor público a quem cabe o recebimento dos documentos.

7.4. O prêmio aos selecionados está condicionado à  existência de disponibilidade orçamentária e financeira, caracterizando a seleção como expectativa de
direito do premiado.

8. Dos recursos orçamentários

8.1. Os recursos necessários para o desenvolvimento desta ação serão oriundos do Fundo Nacional de Cultura, Programa 2027: Preservação, Promoção e Acesso, Ação 20 KL, com aporte de R$ 183.000,00 (cento e oitenta e três mil reais), dos quais R$ 100.000,00 (cem mil reais) serão concedidos em prêmios e R$ 83.000,00 (oitenta e três mil reais) serão destinados às despesas administrativas do concurso.

9. Das Disposições Gerais

9.1. A inscrição da obra implicará a aceitação das  normas e das condições estabelecidas nesse Edital, não podendo o proponente alegar desconhecimento. O não cumprimento de qualquer uma das exigências deste regulamento acarretará na automática eliminação da obra concorrente.

9.2. O presente regulamento será publicado no endereço eletrônico da Fundação Biblioteca Nacional e seu extrato no Diário Oficial da União.

9.3. Os casos omissos serão resolvidos pela Presidência da Fundação Biblioteca Nacional.

9.4. Em caso de dúvidas, as mesmas deverão ser encaminhadas ao endereço de e-mail: economiadolivro@bn.br, ou através do telefone (21) 2220-3040, ramal 2216.

9.5. É de responsabilidade dos concorrentes acompanhar os resultados da seleção através dos meios de divulgação informados pela Fundação Biblioteca Nacional neste Edital.

9.6. As obras inscritas no Prêmio Literário da Fundação Biblioteca Nacional, ainda que não selecionadas, não serão devolvidas e  serão utilizadas para doação, fazendo-se necessário o encaminho de documentação autorizando a doação conforme minuta disponível no endereço eletrônico www.bn.br.

9.6. Fica eleito o foro da Justiça Federal, Seção Judiciário do Rio de Janeiro, para dirimir eventuais questões relativas a este Edital.

GALENO AMORIM
Presidente

*

Fonte: Biblioteca Nacional

Concurso Quem Conta Um Conto * Encerrado

1 – As inscrições iniciam-se 28 de setembro de 2012 e serão realizadas até às 19h dos dias 3, 10, 17, 24 e 31 de outubro de 2012 e 7, 14 e 21 de novembro de 2012. Esses são os dias que antecedem cada Eliminatória do concurso Quem Conta Um Conto, que serão realizadas nos dias: 4, 11, 18, 25 de outubro de 2012 e 1º, 8, 15 e 22 de novembro de 2012.

Único – No dia 29 de novembro de 2012, às 19h30, acontece a Grande Final do concurso Quem Conta Um Conto.

2 – Para se inscrever o autor deve ser maior de 16 anos, brasileiro ou residente no Brasil há mais de dois anos.

3 – É necessário que o conto seja inédito, tenha título e que nunca tenha sido publicado por qualquer veículo de comunicação e que esteja escrito em Língua Portuguesa.

Único – A temática é de livre escolha do autor.

Siga @benfazeja
mantenha-se atualizado!

4 – Cada autor pode inscrever por Eliminatória até dois contos, de até 9.000 caracteres com espaços, que deve ser lido em voz alta.

5 – A cada Eliminatória o autor pode realizar duas novas inscrições, ficando sujeito à pré-seleção a ser realizada pela Comissão Julgadora.

Único – Caso o autor tenha um conto selecionado para a Grande Final fica impedido de realizar nova inscrição.

6 – O autor pode ler seu próprio conto ou inscrever outra pessoa para realizar a leitura.

7 – O autor deve preencher a ficha de inscrição (anexa abaixo) onde constará seu nome, título do conto, dados pessoais e, caso necessário, nome e dados de quem fará a leitura e enviá-la junto ao conto a ser lido para o e-mail quemcontaumconto@parlapatoes.com.br

Único – O limite máximo de contos apresentados por dia será de 05 (contos) cabendo aos jurados fazer uma pré-seleção, reservando-se o direito de indicar a data em que será lido o conto.

8 – Reserva-se à Comissão Julgadora o direito de eliminar contos ainda fase de pré-seleção.

Das apresentações

9 – A ordem de leitura seguirá a ordem de inscrição e de acordo com o que os Jurados pré-selecionarem para leitura.

10 – As leituras ocorrerão nos dias: 4, 11, 18, 25 de outubro de 2012 e 1º, 8, 15 e 22 de novembro de 2012, a partir das 19h30, no Espaço Parlapatões, Praça Franklin Roosevelt, 158 – Centro – São Paulo – SP

Único – A Grande Final, quando serão anunciados os 8 selecionados, ocorrerá no dia 29 de novembro, a partir das 19h30, no Espaço Parlapatões, Praça Franklin Roosevelt, 158 – Centro – São Paulo – SP. Neste dia, os contos selecionados serão lidos novamente para conhecimento do público.

11 – As leituras serão realizadas no palco do bar do Espaço Parlapatões, com microfone, sob luz geral, sem trilha sonora, não podendo ser utilizados recursos cenográficos ou de objetos de cena.

Único – Fica estabelecido também o limite máximo de 10 (dez) minutos de leitura de cada conto. Caso a leitura ultrapasse o limite o conto estará automaticamente desclassificado. Os organizadores se reservam o direito de interromper a leitura que ultrapassar o tempo máximo de 10 (dez) minutos para a leitura de cada conto, no intuito de dar prosseguimento à programação do concurso.

12 – As leituras são abertas gratuitamente ao público, respeitando a capacidade de lugares disponíveis.
Comissão Julgadora

13 – A Comissão Julgadora será composta por três integrantes, das áreas de literatura e teatro, que serão convidados pelos organizadores.

14 – Os critérios de avaliação da Comissão Julgadora considerarão prioritariamente a qualidade artística do conto conforme os seguintes critérios: a) fluência narrativa; b) linguagem; c) criatividade e d) construção de personagens.

Premiação

15 – Após a leitura de cada Eliminatória serão escolhidos os dois contos que participarão da seleção final. Como premiação da etapa Eliminatória os dois selecionados receberão 02 (dois) livros publicados pela Giostri Editora.

16 – Entre os selecionados nas Eliminatórias, serão escolhidos na Final somente 08 (oito) contos cuja premiação se dará pela publicação do conto em livro coletivo de título geral Quem Conta Um Conto, que será lançando pela Giostri Editora no dia 21 de dezembro de 2012, no Espaço Parlapatões.

Único – Os autores cujos contos forem selecionados para publicação só terão seus contos publicados após assinarem contrato com a Giostri Editora.

17 – Para cada autor vencedor da etapa final, cujo conto estará na publicação Quem Conta Um Conto, a Giostri Editora reservará por contrato, sem nenhum custo ao autor, a quantidade de 10 (dez) exemplares, a título de premiação.

18 – Os autores cujos contos selecionados estarão na publicação Quem Conta Um Conto receberão os direitos autorais de acordo com as Leis de Direitos Autorais vigentes no país na data da publicação.

19 – Às decisões do Júri não cabem recursos.

20 – Entende-se por conto uma história de começo meio e fim, de cunho ficcional, onde o autor opta por contar em terceira pessoa ou em primeira pessoa. Um conto é uma narrativa breve, linear ou não, sempre ficcional. Não serão aceitos relatos nem crônicas cotidianas.

Quaisquer dúvidas devem ser esclarecidas pelo e-mail quemcontaumconto@parlapatoes.com.br

Ficha de Inscrição

Título do Conto:
Nome artístico do autor: Nome civil do autor: RG: CPF:
Endereço: Telefone: Celular:
E-mail:
Intérprete:
( ) Próprio autor ( ) Nome do Intérprete:
Endereço: E-mail:
XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

*

Fonte: Blog da Editora Giostri

XI Concurso de Poesias de Duque de Caxias * Encerrado

*Prorrogado até 23/11. Fonte

A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e a Academia Duquecaxiense de Letras e Artes (ADLA) estão promovendo o XI Concurso de Poesias de Duque de Caxias, cujas inscrições, gratuitas, ficarão abertas até 26 de outubro. São duas categorias: até 15 anos e maiores de 16 anos. Os prêmios, em dinheiro, somam R$ 3.800,00, além de troféus, diplomas e livros. Este ano, o evento é em homenagem aos 100 anos de Jorge Amado, de Luiz Gonzaga e de Nelson Rodrigues.

O Concurso, com tema livre, tem o propósito de incentivar os poetas de todas as idades a trazerem a público seus sentimentos expressos em poemas. A solenidade de premiação acontecerá no dia 8 de novembro, às 19h30min, no Teatro Municipal Raul Cortez.

Todos os inscritos receberão Certificados de Participação. Mais informações poderão ser obtidas no Departamento de Projetos Especiais da Secretaria, através do telefone (21) 2671-1120. Serão aceitas inscrições pelos Correios somente enviadas para a Secretaria de Cultura e Turismo, onde também os interessados poderão se inscrever pessoalmente, das 10 às 17h, de segunda a sexta-feira. Ela fica na Rua Aylton da Costa nº 115, 6º andar, bairro 25 de Agosto, CEP 25071-160, Duque de Caxias, RJ.

Siga @benfazeja
mantenha-se atualizado!

As inscrições também poderão ser realizadas, nos mesmos dias e horário, nos seguintes locais, onde também poderá ser obtido o regulamento do concurso:

Biblioteca Pública Governador Leonel de Moura Brizola
Praça do Pacificador, s/nº, Centro

Biblioteca Publica Jardim Primavera
Av. Jornalista Moacir Padilha, s/nº, Jardim Primavera

Biblioteca de Xerém Ferreira Gullar
Praça Engenheiro Leão de Moura, s/nº, Xerém

Biblioteca Pública Comunitária de Imbariê
Av. Cel. Sisson, Qd.2, Lotes 14 e 15, Imbariê

*

Fonte: Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Duque de Caxias

Concurso Histórias de Natal * encerrado

*Prorrogado até 29/11

“Ide e fazei discípulos entre todas as nações” (Mt 28,19)[1]

O CEC – Centro de Estudos Culturais (Promotor) divulga, por meio deste, as regras do X Concurso Artístico Histórias de Natal (Concurso), para todos os interessados.

1. TEMA E MODALIDADE:

1.1 O tema do Concurso é: O Natal, uma festa para os jovens. “Ide e fazei discípulos entre todas as nações” (Mt 28,19).

1.2 O Concurso abre apenas uma modalidade: conto[2].

2. CATEGORIAS:

2.1 O Concurso é aberto a todas as pessoas maiores de 08 (oito) anos[3], residentes em território brasileiro, sendo os participantes divididos nas seguintes categorias:

2.1.1 Crianças (maiores de 08 e menores de 13 anos)

2.1.2 Jovens (a partir de 13 e menores de 18 anos)

2.1.3 Adultos (a partir de 18 anos)

Siga @benfazeja
mantenha-se atualizado!

3. REGULAMENTO:

3.1 DO CONTO:

3.1.1 Cada participante poderá concorrer com um conto apenas, escrito em português;

3.1.2 O conto deverá ter no máximo seis páginas e no mínimo uma página, deverá estar digitalizado no computador, com letra times new roman ou arial, tamanho 12, margens superior e inferior de 3cm e laterais esquerda e direita de 2,5cm, espaçamento duplo.

3.1.3 Na primeira linha da primeira página deve estar escrito o título do conto em negritas e imediatamente depois o pseudônimo do autor.

3.1.4 O conto deverá ser de autoria do participante. A veracidade da autoria é de responsabilidade do(a) participante/responsável, sendo qualquer tipo de plágio desclassificado;

3.1.5 Junto à folha ou às folhas do conto deverá ser enviada uma outra folha com os seguintes dados do autor: nome completo, título do conto, pseudônimo, endereço, telefone para contato, e-mail (se possuir), nome da escola ou colégio (se for o caso), além do nome e assinatura do responsável (caso o autor seja menor de 18 anos), atestando assim seu consentimento, aprovação e conhecimento das regras do concurso;

3.1.6 Considerar-se-ão sumariamente desclassificados os contos que não atenderem as orientações acima especificadas ou que apresentarem defeitos, rasuras ou vícios que impeçam a verificação de sua autenticidade ou, ainda, que tenham sido reproduzidos com o objetivo de burlar as disposições norteadoras deste concurso.

3.2 DA APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS:

3.2.1 Cada participante poderá concorrer com 01 (um) conto apenas, seguindo as diretrizes especificadas no item 3.1 do presente regulamento;

3.2.2 Os contos poderão ser enviados por correio ou pelo site do concurso.

3.2.3 Os envios por correio serão feitos ao seguinte endereço:

Info
X Concurso Histórias de Natal

Rua Figueira de Mello, 142 – Centro – Petrópolis – RJ

CEP 25625-120

3.2.4 Os envios pelo site do Concurso (www.historiasdenatal.com.br) serão feitos no link “inscrição”. Nesse link os interessados encontrarão instruções de como proceder nesse tipo de envio. Serão solicitados os dados pessoais do autor como requisito para concretizar a inscrição. O arquivo eletrônico contendo o conto deverá ser anexado, respeitando a formatação indicada no item 3.1.

3.2.5 Os trabalhos serão recebidos a partir da terça-feira 4 de setembro de 2012.

3.2.6 O prazo limite para o recebimento dos trabalhos é quinta-feira 15 de novembro de 2012, às 18hs de Brasília.

3.2.7 Todos os contos que não estiverem de acordo com o tema do Concurso (item 1), assim como aqueles que não respeitarem as diretrizes apontadas no item 3.1 do regulamento, ou que de alguma forma tenham sido reproduzidos com o intuito de enganar as disposições norteadoras desse Concurso, serão desclassificados;

3.2.8 O envio do conto implica, por parte de todos os participantes, na cessão, por tempo indeterminado, mas em nenhuma hipótese inferior ao maior prazo permitido por lei, e de forma gratuita dos direitos de uso sobre seus nomes, imagens e os direitos autorais dos contos, com vistas à divulgação dos resultados do presente Concurso, que serão utilizados a critério do Promotor do mesmo, inclusive para o fim de publicação dos trabalhos em quaisquer meios de comunicação existentes ou que venham a ser criados no futuro, incluindo-se, mas não se limitando a livros, jornais, revistas, internet, entre outros;

3.2.9 Todos os trabalhos (contos) enviados ao Promotor do Concurso, vencedores ou não, não serão devolvidos aos participantes em nenhuma hipótese, podendo o mesmo Promotor utilizar-se dos mesmos para os fins lícitos que desejar, desde que mencione expressamente o nome dos autores;

3.3 DO JURI E DA PREMIAÇÃO

“Este ano o ganhador de cada categoria receberá um Tablet Samsung Galaxy Tab 2 de 7 polegadas.”

3.3.1 O júri de cada categoria será composto por 04 (quatro) pessoas, escolhidas pelo Promotor do evento, sendo as mesmas idôneas, qualificadas e de alto valor moral;

3.3.2 Caberá ao júri escolher os vencedores do Concurso dentre aqueles contos que se enquadrarem nas regras estabelecidas no regulamento, considerando os seguintes critérios: temática (peso 3), estrutura (peso 2), criatividade (peso 3) e língua portuguesa (peso 2);

3.3.3 Os membros do júri se reservam o direito de eliminar os trabalhos cujo conteúdo não se atenha à temática do Natal no seu sentido cristão originário;

3.3.4 O resultado do Concurso será inapelável e não poderá ser impugnado nem submetido a nenhum tipo de recurso por qualquer pessoa física ou jurídica;

3.3.5 Serão premiados as 05 (cinco) primeiros colocados de cada categoria,

3.3.6 Também poderão ser concedidos pelo júri prêmios especiais, a trabalhos que, embora não tendo ficado entre os cinco primeiros colocados da sua respectiva categoria, destaquem em um ou mais dos critérios considerados pelo júri na avaliação dos trabalhos (temática, estrutura, criatividade ou língua portuguesa).

3.3.7 Todos os finalistas do Concurso serão devidamente avisados, com antecedência, por meio das informações para contato que os mesmos disponibilizarem aos organizadores do evento, para que possam comparecer à cerimônia de encerramento e premiação;

3.3.8 O Promotor do Concurso não se responsabiliza por custear as despesas de viagem dos finalistas que não residam em Petrópolis, cidade em que será realizada a cerimônia de encerramento e premiação.

3.3.9 O Promotor do Concurso se responsabiliza por custear o envio dos prêmios por via postal para aqueles finalistas que não puderem comparecer à cermônia de encerramento e premiação.

3.3.10 Os prêmios não poderão ser trocados pelos participantes em favor dos mesmos sob qualquer hipótese, ou convertidos em dinheiro, sendo impreterivelmente aqueles designados pela organização do Concurso;

4. Disposições Finais:

4.1 Caso existam dúvidas provenientes do presente regulamento, assim como interesse em obter outras informações escrever para:

Info contato@historiasdenatal.com.br ou ligar para (24) 2237-0878.

Petrópolis, 4 de Setembro de 2012.

CEC – Centro de Estudos Culturais

ANEXO I – ORIENTAÇÕES SOBRE O GÊNERO LITERÁRIO CONTO

O conto é uma narrativa curta, o que torna essencial o planejamento cuidadoso da articulação dos elementos narrativos. Como se trata de uma narrativa ficcional, deve apresentar uma história na qual atuam personagens em um espaço e tempo definidos. Um narrador em primeira ou terceira pessoa será encarregado de contar o que acontece com tais personagens, revelando, para o leitor, de que modo espaço e tempo afetam os fatos narrados.

Cabe ao autor decidir exatamente que função foco narrativo, personagens, espaço e tempo deverão desempenhar na história a ser criada, determinando o entrelaçamento dos elementos narrativos. O enredo, resultado da articulação precisa desses elementos, deve ser linear, porque o conto não prevê um longo desenvolvimento da história. Em outras palavras, ao começar, o conto já está prestes a terminar.

Em termos do plano geral, o conto deve apresentar uma determinada ordem (criada pelos elementos da narrativa), que será desequilibrada pelo surgimento de um conflito. A resolução desse conflito promoverá a restauração da ordem. O objetivo do contista, portanto, é apresentar ao leitor uma situação ficcional em que a estabilidade é desestruturada por um conflito cujo desenvolvimento e solução serão o foco da história contada.

Fonte: Produção de texto –interlocução e gêneros. Abaurre, Maria Luiza M. & Abaurre, Maria Bernadete M. Editora Moderna

Notas

[1] Lema da Jornada Mundial da Juventude 2013, que acontecerá no Rio de Janeiro.

[2] Veja no anexo uma breve explicação sobre este gênero literário.

[3] As idades serão sempre calculadas tendo como referência a data limite para a apresentação dos trabalhos, dia 17 de novembro de 2012 (ver item 3.2.6). Por exemplo, alguém que completa 18 anos no dia 18 de novembro poderá concorrer na categoria jovens. Outra pessoa, que completa 8 anos apenas no dia 20 de novembro, não poderá concorrer.

*

Fonte: Regulamento

BACK